O anseio em buscar a Deus em primazia



O anseio em buscar a Deus em primazia

É possível vislumbrar na Bíblia que a  mulher virtuosa e obediente ao Deus Soberano consiste naquela que se dedica e se esforça com determinação em agradar Aquele que lhe deu a vida (Provérbios 31.17). Visto que, no livro de Provérbios a serva autêntica de Deus é retratada como uma joia de inigualável valor, generosa para com o pobre, piedosa e obediente ao seu marido, uma excelente administradora do lar, tem como vestimentas a honra e a força dada pelo seu Deus e por fim é uma mulher elogiada, pois, é temente a Deus. E para isso, é preciso que creiamos e pratiquemos a sua Palavra (I João 1.3).




Sendo assim, a preocupação primaria para que alcancemos o padrão da mulher retratada em provérbios 31, é servir a Deus em primeiro lugar de nossas vidas. Pois, devemos ter em mente que Deus nos criou para si mesmo, e nunca encontraremos real descanso e gozo se não for Ele todo o nosso prazer, visto que, devemos fazer como o salmista deleitando-se sempre em fazer a vontade de Deus e guardando em nossos corações a Sua lei (Salmos 40.8). Fomos criadas com o propósito de glorificar a Deus e temos o maior de todos os privilégio, que é desfrutar de Sua presença para sempre.

Na Bíblia é possível apreciar exemplos de mulheres virtuosas que se dedicaram a Deus por excelência. Destacando-se a moabita Rute, que se casou com um rico judeu de linhagem real da promessa (Mateus 1.5). Tendo como amor transcendente a laços raciais, pois, declarou a sua fé cumprindo a lei dos judeus (Rute 1.16). Também encontramos o exemplo persistente de fé de Ana, pois, a mesma era estéril (1 Samuel 1.6) e o seu único deleite era a oração, tendo como petição um filho. Visto que, Ana foi uma serva que tinha esperança e fé suficiente que Deus iria reverter o seu quadro e assim o fez, e no tempo certo Deus a presenteou com um filho (1 Samuel 1.20). Por fim, o exemplo de Maria que foi agraciada pelo Espírito Santo de conceber Jesus Cristo (Mateus 1.18). Maria foi uma serva piedosa e obediente a Deus, e tamanha era a sua alegria que declarou o imenso privilégio de ter sido escolhida por seu Criador quando afirma que sua alma engrandece ao Senhor e o seu espírito exulta em Deus seu Salvador (Lucas 1.46-47).

Por conseguinte, devemos servir a Deus obedecendo a Sua Palavra com toda a expressão do nosso viver. Seguindo assim, o conselho dado na carta de Tiago quando assevera que devemos:

“Ser praticantes da Palavra e não somente ouvintes, enganando a vós mesmos. Pois, se alguém é ouvinte da Palavra e não praticante, é semelhante a um homem que contempla o próprio rosto no espelho; porque ele se contempla e vai, vai embora e logo se esquece de como era.” (1.22-24).


É necessário que mantenhamos o foco na glorificação de Deus, tendo como escopo usufruir a religião do amor divino vivida no coração daqueles que buscam a Deus em primazia. Portanto, a alegria que procede de Deus, vem de estar num relacionamento certo com Ele, vivendo-o dia-a-dia e fazendo tudo para engrandecer o Seu nome (1 Coríntios 10.31).
Mysia Rebeca.

FIQUE MAIS UM POUCO COMIGO! VEJA TAMBÉM!

0 comentários

Sua Localidade